Abandono do povo do Pinheirinho e estado de exceção em São José dos Campos

Pin+13.gif
Ontem, (sábado-04/02) retornamos à São José dos Campos para dar continuidade a força-tarefa promovida pelo Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana – Condepe-SP.

Participaram 25 voluntários de São Paulo e da cidade, colhemos 108 questionários e os depoimentos continuam apresentando denúncias de violência da Polícia Militar de SP, perdas dos bens materiais e o drama para alugar uma casa continua, pois os 500 reais oferecidos pela Prefeitura, é insuficiente.

Ao encontrar a casa o proprietário pede fiador e em alguns casos 3 meses do aluguel. O desconforto nos abrigos permanece, um verdadeiro campo de concentração. A nossa orientação para os desabrigados procurem a Defensoria Pública de São José dos Campos que no dia de ontem fez o atendimento de 185 pessoas do Pinheirinho, para relatar o massacre sofrido por eles, por uma determinação judicial irresponsável da juíza Márcia Loureiro, bem como do prefeito Eduardo Cury, que não cumpriu um acordo feito com diversas entidades, parlamentares, que procuravam uma saída digna para este povo sofrido do Pinheirinho e por último do governador Geraldo Alckmin que poderia evitar esta tragédia, pois bastaria uma determinação sua para impedir que Polícia Militar, fizesse esta operação covarde.

O dia no Pinheirinho nos reservaria surpresa, por volta das 15h, nosso companheiro Rodrigo Sérvulo da Cunha, presente na força-tarefa é requisitado para levar a esposa de Ivo Teles dos Santos, de 70 anos, que estava desaparecido desde 22 de janeiro, dia do massacre do Pinheirinho, foi encontrado no Hospital Municipal de São José dos Campos. Chegam ao hospital e não conseguem maiores informações do Sr. Ivo e de acordo com e-mail recebido da vereadora Amélia Naomi (PT) por nós do BlogProgSP, que reproduzimos:

Abaixo, entidades e autoridades que permanecem no hospital esperando a informação:
• Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (Condepe)
• Defensoria Pública do Estado de São Paulo
• Deputado estadual Adriano Diogo (PT-SP), presidente da comissão de direitos humanos da Assembléia Legislativa de São Paulo
• Comissão de direitos humanos da OAB-SP
• Vereador Tonhão Dutra (PT-SJC)
• Vereadora Amélia Naomi (PT-SJC)
• Vereador Vagner Balieiro (PT-SJC)
Parlamentares e Entidades exigem do administrador do hospital, Marcelo Garcia, o boletim de atendimento de urgência que descreve as agressões que teriam vitimado Ivo Teles dos Santos.
A recusa do hospital, controlado pela SPDM (entidade privada que administra a instituição), foi justificada por derivar de interferência direta do secretário de Saúde de São José dos Campos, Danilo Stanzani.
Caso essa sonegação de informações permaneça, entidades e parlamentares irão registrar o caso na polícia local.

"Amélia Naomi”
Nos dirigimos até o o Hospital Municipal para acompanhar os acontecimentos e nos foi relatado por entidades presentes ao local que o Dr.Marcelo. administrador do hospital chamou a PM ao local , que adentrou ao Hospital, vetada às entidades, ficando no local no período de uma hora e meia e ao sair, usou uma porta lateral e ao ser procurado pelos presentes, saiu correndo. O comentário era geral que São José dos Campos, neste momento de angústia para todos aqueles que lutam por um país digno, esta vivenciando um “Estado de Exceçao”, que nos leva a esta conclusão, pelos fatos relatados.

A desocupação do Pinheirinho, hoje é uma “tragédia” nacional, conclamos à todos que lutem por uma vida digna deste povo trabalhador de Sâo José do Campos

Texto:
Aparecido Araujo Lima
Diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Editoras de Livros do Estado de SP e
membro da Comissão Estadual de Blogueiros Progressitas de SP.

Foto: Adolfo Pinheiro- MAVPTSP

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s