Conflito em andamento em São José dos Campos

Fonte: Luís Nassif

Enviado por luisnassif, sex, 13/01/2012 – 16:37

Por Sérgio Leandro

(faltaram fonte e link)

Nassif

São José dos Campos está na iminência de assistir a uma guerra:

Home

January 13, 2012 – 11:20
Prefeitura ignora reunião sobre o Pinheirinho

Tropa do Pinheirinho se arma – Foto: Cláudio Vieira

Administração não aparece e nem ouve sugestão do Governo Federal para formalização de projeto que será sustentado pelo Ministério das Cidades. Enquanto isso, moradores montam exército à espera da Polícia

Filipe Rodrigues
São José dos Campos

A Prefeitura de São José dos Campos simplesmente ignorou o encontro que discute projeto para a regularização do Pinheirinho e que reúne representantes do Governo Federal, Governo do Estado, representantes da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e moradores do acampamento sem-teto.

br /> “Este projeto inclui a participação da prefeitura”, disse César Ramos, gerente de Projetos, da Secretaria Nacional de Habitação.

O reunião teve início por volta das 10h40, na sub-sede da OAB em São José. Ainda pela manhã, reportagem do O VALE tentou entrar em contato com a administração.

À tarde, a administração emitiu nota oficial que diz o seguinte: "A linha de ação da prefeitura está à disposição da Justiça. A prefeitura só vai às reuniões se for convocada pela Justiça".

De concreto, até o momento, o Governo Federal sugeriu à Justiça pelo menos seis meses de adiamento do cumprimento da ordem de reintegração de posse. Neste período, seria formalizado um projeto que possa ser sustentado pelo Ministério das Cidades e que culminaria da regularização da área.

Ao meio-dia a reunião foi interrompida e deve retornar às 15h para continuação do debate.

Clique aqui e saiba mais

Enquanto isso, cerca de 30 integrantes do movimento OJE (Organização de Jovens Estudantes) fazem passeata pelas ruas centrais de São José dos Campos em apoio ao Pinheirinho.

No acampamento, à espera do cumprimento da ordem de desocupação, os moradores do local se articulam na formação de um “exército” para enfrentarem a Polícia Militar.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s