Líbia: rebeldes atacam negros e iniciam limpeza étnica

Artigo publicado no site www.terceirateoria.blogspot.com

Os líbios negros correm risco de uma ação de limpeza étnica por causa da determinação de apoiarem o líder Muamar Kadafi. Ao leste do país, os líbios de origem árabe ligados às elites econômicas das cidades produtoras de petróleo assimilaram a ideologia racista dos ingleses e norte-americanos,dos quais recebem treinamentos, dinheiro e armas para tentar dividir o país e permitir o roubo do petróleo pelas potências ocidentais. O alerta foi dado nesta semana pelo bispo Dom Mussie Zerai, em Roma. O bispo preside a agência de desenvolvimento e cooperação Habeshia. Ele relatou que apenas na cidade de Misrata, sob controle dos rebeldes, mais de 800 negros africanos foram assassinados.
Segundo o bispo de origem eritréia, os massacres foram relatados por refugiados africanos sobreviventes, assim que desembarcaram na Itália. Eles também trouxeram uma série de vídeos e fotografias, postadas no site da agência Habeshia, revelando episódios de extrema crueldade e fúria de rebeldes pisoteando corpos sem vida de negros africanos. Na Líbia, há dois grupos étnicos de origem não-árabe, disse dom Zerai, e o risco de que eles podem se tornar vítimas de limpeza étnica durante os confrontos sangrentos entre partidários de Kadafi e os rebeldes é muito alto. Basta ser negro para ser taxado de mercenário pró-Kadafi pelos rebeldes insurgentes. O clérigo afirmou que ainda há indiferença, apesar do aviso prévio.

Dom Zerai assim, pediu a atenção da comunidade internacional para que “os líbios negros não sejam massacrados, a exemplo de centenas de milhares de sudaneses em Darfur.”
Ele alertou para o risco de ”milhares de pessoas serem esmagadas por essa intolerância que está se espalhando nos territórios ocupados pelos rebeldes”. Na opinião do bispo, os autores destes assassinatos e atos violentos são os rebeldes anti-Kadafi. Dom Zerai perguntou ”quem garante a civilidade dos novos senhores da Líbia, defendidos pela Europa? Precisamos a todo custo evitar um novo genocídio no continente africano.”
Nas últimas semanas outras organizações tem denunciado diversos massacres contra a população negra do leste da Líbia. Esses massacres só tem sido possíveis graças ao apoio militar e financeiro que os países invasores prestam aos grupos rebeldes.

Publicado no site www.amarchaverde.blogspot.com

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………….

Esposa de Kadafi condena Otan por morte de filho

Sofia Kadafi, esposa do líder Muamar Kadafi, condenou nesta sexta-feira os bombardeios aéreos que mataram seu filho, Saif al-Arab, e três de seus netos e acusou as forças da Otan de crimes de guerra. "Eu não estava aqui, mas preferiria ter morrido junto deles", disse Sofía à rede de TV americana CNN por telefone.
"Meu filho nunca faltou à oração da noite. Éramos alvos dos mísseis todas as noites e os bombardeios começavam sempre no momento da oração", afirmou a esposa de Kadafi, cujas aparições e pronunciamentos têm sido cada vez mais raras diante do aumento dos bombardeios ocidentais.
Segundo Sofia, a coalizão da Otan busca desculpas para matar Kadafi e afirma que a Aliança Atlântica violou o mandato da ONU que não autoriza intervenções militares e bombardeios, salvo para proteção de civis. "Meus filhos são civis e foram alvos. O que eles têm a ver com essa história toda?", disse. "Isso é um crime de guerra", completou.
Segundo o govermo líbio, Salif al-Arab, de 29 anos, e três netos de Kadafi, Saif (2 anos), Cartaghe (2 anos) e Mastura (4 meses), assim como amigos e vizinhos morreram em um bombardeio da Otan sobre Trípoli no dia 30 de abril.

Novos bombardeios

A aviação da Otan bombardeou Trípoli na madrugada deste sábado, atingindo bairros residenciais nas proximidades da casa do líder Muamar Kadafi. Duas fortes explosões abalaram à 1h do horário local (20h de Brasília) a zona de Bab Al Aziziya, onde está a residência de Kadafi e alvo dos bombardeios da Otan nos últimos quatro dias. Pouco antes, a agência oficial líbia Jana informou que "instalações civis" foram bombardeadas na região de Al Qariet, no sul de Trípoli.
As tropas da Otan praticam uma ação verdadeiramente terrorista, ao bombardear diariamente diversas cidades líbias. A população civil está sendo massacrada para gerar lucros na indústria bélica norte-americana, inglesa e francesa. As indústria de petróleo ocidentais estão investindo pesado nesta guerra para manter a política de colonização na África que o mundo pensava superada.

Artigo publicado no site www.terceirateoria.blogspot.com

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s