Cuba, apesar do bloqueio: 50 anos de revolução. Convenção de solidariedade. Sexta-feira

É nesta sexta-feira (06/05), a partir das 18h, no anfiteatro 100 da UFPR (Setor de Educação/Reitoria), a Convenção Estadual de Solidariedade a Cuba, onde será lançado o livro Cuba, apesar do bloqueio: 50 anos de revolução, do jornalista Mário Augusto Jakobskind. O evento também contará com a presença do embaixador Carlos Rafael Zamora Rodriguez e do cônsul-geral de Cuba no Brasil Lázaro Méndez Cabrera.

A revolução cubana não é um fato que ficou no passado. É o presente. Está no cotidiano das pessoas, pintada em frases nos muros, decorando os uniformes, estampada em casas simples, esquadrinhada em livros, revistas, debates acadêmicos e documentários de TV.
A revolução socialista cubana é, sem dúvida, a maior atração turística do país. É um exemplo para o mundo.
Apesar do bloqueio! É fundamental ressaltar. Apesar de todas as agressões, boicotes, atentados, conspirações, difamações, desinformações, calúnias e todo arsenal utilizado pelo imperialismo mercantilista para recuperar a ex-colônia.
Mesmo com todos esses entraves, Cuba é um dos, senão o mais desenvolvido dos países de nossa América, do ponto de vista humanitário, que é o que realmente importa.
Afinal, não é pouca coisa garantir de forma satisfatória o acesso gratuito aos elementos básicos de uma vida digna a toda população, como moradia, trabalho, educação, saúde e alimentação.
Eduação integralmente pública e gratuita é a base da igualdade dessa nação.
Cuba é um país igualitário. Isso lhe garante uma invejável estabilidade social.
Ao contrário do que reverbera nossa mídia politicamente compromissada (pró-imperialista), em Cuba reina a paz social. Algo muito distante da flagrante degradação social encontrada na maioria dos demais países que vivem a ordem capitalista.
Cuba não é uma ditadura. É preciso dizer que as pessoas e os veículos de informação mentem quando afirmam isso.
Um governo legítimo é capaz de tratar os problemas do país diretamente com o povo, obtendo o seu respaldo.
Sabemos bem o que é uma ditadura. Nem a mais severa tirania é capaz de conter a contestação de um povo. E como é que não se vê grandes manifestações contra essa ‘ditadura’, mesmo com o conhecido financiamento norte-americano de ativistas ‘pró-democracia’ (agentes de desestabilização, na verdade)?
E o que dizer então das manifestações multitudinárias em respaldo ao governo e à revolução como se pôde ver recentemente nas comemorações dos 50 anos?

O imperialismo e sua imprensa atuam sem parar para levar adiante o objetivo de derrotar a revolução cubana, o que representaria um grave retrocesso para o país. Toda base que fez o país se desenvolver seria arruinada pela reimplantação do mercantilismo, da desigualdade e do individualismo.

Fazer triunfar ainda mais a revolução não deve ser tarefa só para os cubanos. Deve ser aspiração de qualquer pessoa consciente da necessidade de construção de um outro mundo: Um mundo socialista, onde o objetivo maior seja a garantia de vida digna de todos e não a manutenção do privilégio ilegítimo de poucos. Essa é a base fundamental.

Os movimentos políticos não ocorrem de forma isolada. A batalha que trava o povo cubano é a mesma de todos os povos. É a mesma do povo brasileiro.

O triunfo da revolução cubana é uma luz de esperança para o mundo, hoje gravemente ameaçado pelo imperialismo e sua força de destruição e de subjugação.

Por isso, a atitude solidária é essencial para que os povos do mundo superem as ameaças e conquistem a liberdade.

Nesse espírito é que ocorre nesta sexta-feira (06/05), a partir das 18h, no anfiteatro 100 da UFPR (Setor de Educação/Reitoria), a Convenção Estadual de Solidariedade a Cuba, onde será lançado o livro Cuba, apesar do bloqueio: 50 anos de revolução, do jornalista Mário Augusto Jakobskind. O evento também contará com a presença do embaixador Carlos Rafael Zamora Rodriguez e do cônsul-geral de Cuba no Brasil Lázaro Méndez Cabrera.

Vamos divulgar!

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Uma resposta a Cuba, apesar do bloqueio: 50 anos de revolução. Convenção de solidariedade. Sexta-feira

  1. Professor Kico CEBRAPAZ-PR diz:

    Reforçamos o convite para que todos(as) participem da Convenção e conheçam mais sobre este bravo povo, sua revolução e seus dirigentes.

    Professor Kico
    Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz-Paraná
    CEBRAPAZ-PR

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s